Comissão de Moradores de Santa Cruz de Benfica Comissão de Moradores da Damaia        
email: geral@cril-segura.com         telm: 915565471 telm: 936480762

Declarações Públicas dos responsáveis da CML
em relação ao projecto que está em execução para o fecho da CRIL


Arqº. Manuel Salgado – Vice-presidente - Urbanismo:

A Câmara de Lisboa diz-se "ludibriada" - Lusa 3 /12/2010

Obra na CRIL causa surpresa na Câmara. Vice-presidente diz que Executivo foi “ludibriado”. - Jornal de Notícias 4/12/2010
“Este processo da CRIL [Circular Regional Interior de Lisboa] é grave. Nós, no executivo, fomos ludibriados tal como os moradores. Há dois anos, quando fizemos a reunião descentralizada aqui em Benfica, o projeto que estava em cima da mesa não era este”, “Estava previsto que o túnel por onde passa a CRIL estivesse de nível com as quotas de terreno natural, mas não é isso que sucede: o volume emerge vários metros acima do nível do terreno, criando uma barreira inaceitável”, - Lusa 3 /12/2010

Nós, no executivo, fomos ludibriados tal como os moradores - Lusa 3 /12/2010

“sem prejuízo das questões judiciais”, e continua a trabalhar para que as “questões relacionadas com o ruído e a qualidade do ar sejam asseguradas”. - Lusa 3 /12/2010
“Estava previsto que o túnel por onde passa a CRIL estivesse de nível com as quotas de terreno natural, mas não é isso que sucede: o volume emerge vários metros acima do nível do terreno, criando uma barreira inaceitável”. - RR 3 /12/2010 – audio
“Isto não só não corresponde ao projecto original como não corresponde às imagens que foram publicamente divulgadas pela Estradas de Portugal na altura, em que a integração daquela infra-estrutura na zona residencial era totalmente diferente daquilo que hoje se verifica”. - RR 3 /12/2010 – audio
“Há moradores que revelaram as situações de danos causados nas suas habitações, causados pela obra, dos quais terão de ser ressarcidos”, RR 3 /12/2010 – audio
“Há dois anos, as imagens que nos mostraram não eram estas, o que é um logro” – Público 4/12/2010


Prof. Fernando Nunes da Silva Vereador da Mobilidade, Obras e Tráfego:
“...é evidente que o projecto do último troço da CRIL viola a Declaração de Impacte Ambiental”
“O projecto em execução é um verdadeiro crime”
“Acho lamentável que colegas meus inscritos na Ordem dos Engenheiros aceitem ser autores de um projecto daqueles”
“Se isto fosse um Estado de Direito, é óbvio que já algumas cabeças tinham rolado”
Público - 28/11/2009
“Aquela é uma zona de confluência de bacias hidrográficas. A obra da CRIL atravessa esse curso de água e funcionou como uma barragem subterrânea, provocando um abaixamento do nível freático, que causou assentamentos nos terrenos e moradias.” – DN 4/12/2010

“O que está a ser feito é muito diferente, com um muro de quase seis metros à frente das casas, que não estava previsto.” – DN 4/12/2010


Dr. José Sá Fernandes – Vereador do Ambiente, Espaço Público, Espaços Verdes:
“a obra em desenvolvimento viola a declaração de impacte ambiental” - Lusa 3 /12/2010
“Houve, de facto, aqui um engano grave” - Lusa 3 /12/2010
“A matéria está a ser discutida em tribunal, mas a imagem que foi vendida não corresponde à realidade. Há aqui um engano, e grave.” - Público 4/12/2010

Arqª. Helena Roseta – Habitação:
"A informação que tenho aqui é de que, efetivamente, com o início das escavações, começaram a ocorrer assentamentos nas moradias e que a causa parece ser - isto carece de confirmação técnica - o rebaixamento do nível freático causado pela escavação" – Lusa 2 /12/2010
"O que podemos fazer, já que o dono da obra é o Estado, é notificá-lo formalmente desta informação. Não podemos intimidar o dono da obra, mas podemos informá-lo e ao empreiteiro numa carta oficial, a dizer que verificamos a situação, que põe em risco as vossas moradias, e que terão de fazer alguma coisa"" – Lusa 2 /12/2010


(clique aqui para ouvir os audios)

(clique aqui para ver o extrato do Jornal de Notícias de 4-12-2010)

(clique aqui para ver o extrato do Público de 4-12-2010)